Resultado de exames: Entrar

As Idades do Olho

09/03/15

Existem alguns cuidados fundamentais para investir na saúde ocular, voltados sobretudo para a prevenção. Mencionarei em seguida algumas destas medidas, já que prevenir é sempre muito mais simples, econômico e agradável do que tratar doenças e alterações da saúde em geral.

Recém Nascido: imprescindível a realização do teste do olhinho. É um exame simples e que pode permitir o diagnóstico de doenças graves, como tumores intraoculares, catarata etc.

Dos 2 aos 4 anos: exame para verificar se a criança tem visão normal em ambos os olhos (algo impossível de ser visto pelos pais), se tem estrabismo, se tem reflexos oculares normais, se tem nervo óptico normal. Caso seja encontrada alguma alteração, esta é a fase adequada para tratamento, porque as estruturas internas do olho ainda estão em formação, até os seis anos de idade.

Infância e adolescência: avaliação de alergias oculares, se o menor necessita de óculos, se tem miopia e/ou astigmatismo e outras alterações oculares.

A partir dos 40/45 anos: verificação da visão de perto por ser a fase de início da vista cansada dos 40 – a presbiopia. Nesta idade, muitos acreditam que “dormiram com a visão normal e acordaram com dificuldades para perto” o que não corresponde à realidade. Trata-se de um processo gradual de redução da atividade do “músculo Ciliar”, que é a estrutura interna responsável pela focalização das imagens próximas. Para as pessoas com fatores de risco para glaucoma, como história familiar positiva, negros, diabéticos, míopes, esta é a idade que requer maior investigação, porque a incidência desta grave doença- mas que tem tratamento- aumenta muito neste momento.

A partir dos 55 anos: fase de redução da transparência da lente natural do olho, o cristalino. Desenvolve-se gradualmente nesta etapa a catarata, interferindo inicialmente na qualidade da visão, na alteração das cores das imagens e por fim na quantidade de visão percebida. Não existem medicamentos ou colírios capazes de evitar o desenvolvimento da catarata. Substituir os óculos por um grau mais forte também não leve a uma melhora visual. Nesta etapa, o bom entrosamento com o seu cirurgião oftalmológico irá norteá-lo sobre momento adequado para a cirurgia para retirada do cristalino opaco e substituição do mesmo por uma lente intraocular artificial. Hoje, com o grande avanço tecnológico do setor dispomos de lentes intraoculares para cada caso, sendo inclusive algumas delas capazes de substituir os óculos multifocais que você utiliza. Neste caso, o uso de óculos para leitura poderá ser eventual.

Após os 60 anos: fase importante com relação à estrutura mais interna e mais nobre da região central do olho: é a região macular. Aí existe a maior concentração de células retinianas, responsáveis pela visão de cores e de detalhes. Um percentual significativo de pessoas a partir dos 60 anos irá sofrem de Degeneração Macular Relacionada à idade, em maior ou menor grau. Existem condutas da vida diária que podem diminuir a chance de desenvolvimento desta doença, tais como alimentação à base de folhas verdes, como couve, brócolis e peixes ricos em ômega 3(como atum, salmão, sardinhas) bem como uso de suplementação vitamínica adequada, rica em luteína, para proteção da área macular. Além disso, evitar a exposição solar direta, através de uso de óculos escuros, com filtro UVA e UVB também auxiliam na prevenção. Existem tratamentos direcionados para o controle de alguns tipos da Degeneração Macular, daí a importância de além de fazer a prevenção, manter-se em dia com a sua avaliação oftalmológica anual.

Boa sorte e cuide bem dos seus Olhos pois eles são a janela da sua alma.

 

MAIS Doenças Oculares


TWITTER
@OLHOSFREITAS

Unidade Mundo Plaza Av. Tancredo Neves, 620 - Mundo Plaza - 32º andar - Caminho das Árvores - Salvador

71 3330-6100

Marque sua consulta